Trabalha com MMN?
Receba Dicas e Conteúdos Imperdíveis no Seu E-mail!

História do MMN – Marketing Multinível

Gemael Machado agosto 27, 2018 Artigos

História do MMN: Quando e como começa.

A História do MMN tem início há quase 100 anos atrás, de uma ideia simples e criativa, criada em 1946, pelo médico, químico e industrial Dr. Carl Rehnborg.O pai do Marketing Multinível

O Dr. Rehnborg, dono da California Vitamins INC (1934), primeira indústria de suplementos alimentares, elaborou um sistema de remuneração que é a origem ao Marketing Multinível (MMN).

Ele pediu a seus distribuidores que treinassem novos distribuidores e, como premio, ele pagaria uma comissão sobre parte das vendas que os novos distribuidores realizassem.

Em 1945 ele lança oficialmente seu plano de vendas em parceria com a Mytinger & Casselberry INC como distribuidores exclusivos.

Em 1958 são lançados os primeiros cosméticos Edith Rehnborg que mais tarde (1968) se tornaria a famosa linha conhecida como Artistry.

No ano de 1959 dois jovens empreendedores resolveram fundar uma empresa, na garagem de suas casas, para produtos de limpeza, utilizando o mesmo modelo de venda multinível. Nascia aí a American Way Association, ou a Amway Corporation, a maior empresa de vendas diretas e marketing multinível do mundo.

O mercado de vendas diretas

No final do século XVIII, na Inglaterra, a editora da Enciclopédia Britânica adota o modelo de venda diretas com seus vendedores visitando residencias para a venda dos seus livros.

Em 1886 David McConnel começou a oferecer perfumes, que ele mesmo fabricava, como bônus para os compradores dos seus livros.

McConnel verificou que muitos de seus clientes compravam livros apenas para ganhar seus perfumes. Por isso, em 1887 ele fundou a California Perfume Company, com o mesmo processo das vendas de livros de porta a porta.

Em 1939 a California Perfume se transformaria na AVON, mundialmente conhecida como a segunda maior empresa do segmento de vendas diretas.

A História do MMN também tem uma fundadora

A Sra. Mary Kathlyn Wagner, ou simplesmente Mary Kay, se tornou uma grande mulher de negócios deixando sua marca na história do MMN. Com muito sucesso, em diversas empresas de Marketing Multinível durante os anos 50, escreveu um livro sobre a evolução das mulheres dentro do MMN e, este livro, mais tarde, se tornaria o manual de sua futura empresa.

Com produtos voltados exclusivamente para o mundo feminino, ela, além de prêmios em dinheiro, bonificava as distribuidoras com jóias caríssimas e com um exclusivo Cadillac cor-de-rosa, produzido especialmente para a empresa.

História do MMN: A linha do tempo no Brasil

  • 1942: A Hermes começa a desenvolver no país o conceito de venda direta.
  • 1959: Avon inaugura sua fábrica em São Paulo.
  • 1966: A Yakult vem para o Brasil com o seu sistema de vendas porta a porta.
  • 1968: A Natura é criada em São Paulo.
  • 1974: A Natura começa a trabalhar com o sistema de venda direta.
  • 1976: A Tupperware se instala no Brasil com seu modelo de reuniões caseiras.
  • 1979: É fundada a Domus que em  2001 se transformaria na ABEVD.
  • Anos 90: Chegam ao Brasil a Amway, Nature´s Sunshine, Herbalife, Mary Kay e Fibrative.
  • 2016: Após 74 anos, devido a crise, a Hermes encerra suas atividades no Brasil.

As várias ondas da história do MMN

FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/Marketing_multinível

Primeira onda (1941 – 1979)

Definida pelo primeiro plano de comissões para diferentes níveis, que foi implantado por Carl Rehnborg em sua empresa.

Durante este período, pessoas inescrupulosas aproveitaram o desenvolvimento do sistema MMN e desenvolveram o esquema de pirâmide, cuja estratégia é bem parecida com o marketing multinível. Veja aqui as diferenças entre MMN e uma pirâmide.

O fim da primeira onda se deu quando a Comissão Federal de Comércio, em 1979, definiu o MMN ou Marketing multinível como um negócio legítimo.

Segunda onda (1980 – 1989)

A segunda onda se caracteriza pelo fato de, no início da década de 80, algumas centenas de empresas que utilizavam o sistema de marketing multinível, terem crescido exponencialmente nos Estados Unidos.

Terceira onda (1990 – 1999)

A terceira onda é caracterizada pela presença de novas tecnologias e mão-de-obra especializada na administração do MMN.

Quarta onda (anos 2000)

Esta onda levou ao consenso de que o MMN, ou marketing de rede, ou marketing Multinível, cresceria ainda mais no século XXI. Grandes empresas multinacionais têm investido no marketing multinível ou em programas próprios de marketing de rede em suas empresas.

Quinta onda

Essa nova onda é  entendida como a associação dos conceitos de “marketing network” ou “marketing multinível – MMN” com a internet.  A internet é o caminho para a criação de um bom “network”, pois, ela nada mais é do que uma rede mundial de pessoas integradas por meio de dispositivos como smartphones, tablets, computadores de mesa e até televisões Smart.

Conclusão

Não se pode negar a importância e a força desse modelo de distribuição e vendas que, somente no ano de 2015 faturou por volta de 183,7 bilhões de dólares.

Quem deseja iniciar um projeto de Marketing Multinível (MMN) deve procurar por boas ferramentas de gestão dos negócios e da rede em si mesma.

Um bom software de gestão é um dos pilares principais para o bom funcionamento de um sistema de MMN.

A STARTER DIGITAL é um bom exemplo para você testar um bom software para MMN.

Por um valor muito acessível, você pode se tornar um cliente da Starter e terá acesso ao escritório virtual e ver como tudo funciona perfeitamente.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

QUER RECEBER NOVIDADES?

Torne-se um Verdadeiro Expert do MMN.
Inscreva-se no Formulário Abaixo e Saiba Como!

               

Siga-nos!